O que é Franquia? Tudo o que você precisa saber para abrir a sua!

O que é franquia?

O significado de franquia vem do ato ou efeito de franquiar, como um privilégio ou isenção, mas de uma forma mais simples, uma franquia é como uma permissão para utilização de uma determinada marca, bem como a tecnologia e os processos de negócios, venda de produtos ou serviços de uma empresa. Ou seja, uma franquia nada mais é do que uma “filial” da empresa em questão, administrada por alguém que aluga os direitos da marca. A empresa que cede os direitos é chamada franqueadora e quem faz uso da marca, franqueado.

Segundo a LEI 8.955/94, o conceito de franquia é:
“Franquia empresarial é o sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços e, eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício.”

Como funciona uma franquia?

Quer saber como abrir uma franquia? A gente explica.

Normalmente um processo de franquia começa logo quando um investidor reconhece a vontade de possuir uma franquia. A empresa franqueadora irá entrar em contato fornecendo diversos materiais com informações do mercado, informações sobre o processo de franchise da empresa, investimentos e taxas. Após este passo, o investidor querendo fazer parte da franquia, são analisados os seguintes pontos:

  • Análise de cadastro
  • Análise do perfil do investidor
  • Entrevistas com o candidato (que também servem para tirar eventuais dúvidas do investidor)
  • Aprovação
  • Assinatura do contrato de franquia

Agora que você já sabe como abrir uma franquia, deve estar pensando em qual é a parte de cada um nesse negócio. Pois bem, a parte da franqueadora no processo de franquia, é prestar todo auxílio necessário em relação aos processos, tributos, equipamentos e infraestrutura em geral, ou seja, a empresa irá lhe mostrar o caminho das pedras para que você possa aplicar o modelo de negócio da melhor forma possível dentro da rede, o conhecimento de mercado.

Já a parte do franqueado é investir e garantir que o trabalho seja feito, ou seja, fazer como que o negócio funcione, atuando no treinamento de funcionários, gestão de funcionários e da franquia, assim como atendimento ao cliente, se for o caso.

Saiba mais sobre os principais termos que você deve conhecer antes de adquirir uma franquia, clique aqui!

Quanto custa uma franquia?

Depende. O que mais pesa ao investir em uma franquia, é a chamada Taxa de Franquia, que é a taxa que o investidor paga para ter a permissão de utilização da marca, essa taxa pode variar muito dependendo da empresa em questão, principalmente se a marca já for conhecida no mercado e tiver uma boa aceitação pelo público de forma geral.

Mas é aí que algumas pessoas se enganam. Os custos de uma franquia não são apenas a taxa de franquia, geralmente o investidor ainda precisa pagar os Royalties, que são uma porcentagem do lucro, que pode ser líquido ou bruto para a empresa franqueadora, e essas taxas também podem variar.

Tirando essas duas taxas principais, o franqueado ainda precisa se preocupar com outras taxas diversas, como taxas de marketing, estoque, e etc.

Vale a pena abrir uma franquia?

Você já deve ter escutado de alguém alguma vez que as franquias são um negócio que vale muito a pena, mas ainda está na dúvida e resolveu pesquisar mais, certo? Pois então, vale a pena abrir uma franquia? A resposta é mais ou menos simples: uma franquia vai valer a pena dependendo do seu capital de investimento e de quanto você quer de retorno sobre ele. A maior parte das franquias que tem um retorno sobre investimento mais rápido e duradouro tem um investimento inicial alto, e são franquias como McDonalds, Pizza Hut, Subway, etc. Elas tem um valor alto pois tem custos de instalação (adequações no local para atender aos requisitos da marca), equipamentos específicos, funcionários, e muito mais. Já as franquias que possuem menor taxa, geralmente não garantem um volume de renda elevado, nem possuem uma marca tão consolidada no mercado, e são chamadas de microfranquias, franquias de baixo investimento inicial, dentre os exemplos podemos citar franquias de cachorros-quentes, espetinhos, sorvetes, etc.

Sabendo de tudo isto, as melhores franquias para investir são aquelas em que cabem no seu orçamento, e que após todos os cálculos (taxa de franquia, royalties, manutenção, etc.) você possa ter o lucro desejado. Mas não se engane, mesmo com toda a atenção da franqueadora, conhecimento passado e anos de mercado, ainda resta muito trabalho para fazer a franquia funcionar da melhor forma.

Que tal investir na maior franquia de Self Storage do Brasil?

O sistema de franquias da Guarde Mais Self Storage é perfeito para quem busca investir em um novo segmento no Brasil, buscando rentabilidade e retorno sobre o investimento. Saiba mais sobre nosso sistema de franquias clicando aqui!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Entre em Contato

cidade belo horizonteguarda móveis aracaju se