Solicite um orçamento, é rápido!
Solicite um orçamento, é rápido!
BLOG

Principais dúvidas sobre logística reversa

|

A logística reversa é recorrente em comércios e indústrias, inclusive entre consumidores de determinados produtos. Mas, não é todo mundo que sabe, exatamente, o que é logística reversa, como funciona e seus benefícios.

Aqui, esclarecemos as principais dúvidas envolvendo a logística reversa. Confira e entenda de uma vez por todas!

logística reversa

O que é logística reversa?

Trata-se de um segmento dentro da logística que estabelece um conjunto de normas e práticas para recolher e encaminhar corretamente resíduos gerados no pós-venda ou pós-consumo de produtos.

A logística reversa tem como finalidade neutralizar o impacto ambiental e social que determinado produto causaria se não for descartado adequadamente. Em alguns casos, é obrigatória para determinadas empresas.

Entre os principais produtos que entram no sistema de logística reversa estão os medicamentos, pilhas, baterias, óleos lubrificantes, eletrônicos, embalagens de produtos químicos (agrotóxicos, por exemplo), entre outros.

 

Como funciona a logística reversa?

A logística reversa exige a adoção de um processo de retorno de resíduos à empresa fabricante. De maneira geral, diferentes etapas são utilizadas:

  1. Devolução do resíduo pelo consumidor. Em alguns casos, é possível oferecer benefícios, como descontos, para incentivar a devolução. O resíduo é deixado em um ponto de coleta disponibilizado pelo fabricante;
  2. Recolhimento do resíduo pelo fabricante ou empresa de logística reversa no ponto de coleta;
  3. Destinação adequada do resíduo, podendo ser reciclado, reutilizado ou descartado de forma segura.

 

Quais são os benefícios da logística reversa?

A logística reversa traz benefícios específicos que fazem valer a pena o investimento nessa modalidade. O primeiro é o de sustentabilidade, contribuindo positivamente ao meio ambiente.

Além disso, dá uma boa imagem à empresa, demonstrando que se preocupa com questões ambientais. Paralelamente, causa impactos positivos em ações de marketing e divulgação, reforçando o posicionamento da marca e relacionamento com o cliente.

Ainda há o benefício de redução de custos em processos produtivos, já que os resíduos podem ser reaproveitados, ajudando a empresa e economizar e tornar seus preços mais competitivos.

 

Quais empresas são obrigadas a ter logística reversa?

Com base na lei 12.305/2010, a logística reversa é obrigatória para empresas que atuam com pilhas e baterias, agrotóxicos, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas, produtos eletrônicos e comercializados em embalagens plásticas, de vidro e metálicas.

 

Como investir na logística reversa?

A implementação da logística reversa demanda conhecer e entender toda a cadeia produtiva da empresa e ciclo de vida dos produtos, para estabelecer qual será a melhor finalidade do resíduo, se reciclagem, reaproveitamento ou descarte.

Então, elabora-se um plano com definição de como será a coleta e o transporte dos resíduos (podem ser feitas parcerias com empresas especialistas), além de estabelecer a política de retorno do resíduo (para o consumidor saber quando e onde deixá-lo) e a finalidade que dará ao material.

Também é importante que a empresa pense no armazenamento dos resíduos enquanto não entram no processo de reaproveitamento ou descarte. Caso não tenha espaço suficiente, pode contratar serviços self storage para estoque temporário.

O grande diferencial do serviço de armazenagem em self storage para empresas é que possui valor mais acessível do que um guarda volumes tradicional, possibilitando implementar a logística reversa de forma econômica.

Deixe seu Comentário
Deixe seu Comentário

Idiomas