Solicite um orçamento, é rápido!

      Solicite um orçamento, é rápido!

          BLOG

          Como funciona a logística de um e-commerce?

          Confira tudo o que você precisa saber sobre a logística para e-commerce e veja como ter uma operação de qualidade em seu negócio online.

          |

          O que você vai encontrar neste artigo:

          Nos últimos anos, o comércio eletrônico teve um crescimento expressivo no Brasil. Ele já era previsto, mas a pandemia de covid-19 acelerou esse processo, principalmente em época de isolamento social.

          O consumidor precisava e passou a comprar mais online durante a pandemia. Para um negócio se manter, ter um e-commerce era essencial. Daí o motivo do crescimento significativo do setor!

          Mas em pouco tempo ficou claro que não basta abrir uma loja online para garantir a manutenção e sucesso do negócio. Para isso, também se deve fazer outros investimentos, como o na logística para e-commerce. 

          Aqui, você confere mais sobre a logística e-commerce, entende como funciona, qual sua importância e descobre como ter uma operação de qualidade, que contribui para o sucesso de seu negócio online. Acompanhe!

          imagem de uma mulher separando caixas para entrega de e-commerce

          O que é a logística para e-commerce?

          Trata-se de um conjunto de rotinas que envolve o pedido de um e-commerce, desde o armazenamento do produto até a entrega para o cliente final.

          De maneira resumida, contempla todo o percurso do pedido, desde o fornecedor até a entrega ao cliente. O foco é garantir que o produto chegue ao cliente com qualidade e agilidade ao menor custo possível, tanto para o e-commerce como ao cliente.

          Além da entrega do produto em si, a logística para e-commerce também envolve processos complementares, como o gerenciamento de estoque, relacionamento com fornecedores, escolha de transportadoras, entre outros.

          A complexidade do processo logístico varia de acordo com o porte da empresa. De modo geral, um e-commerce pequeno tende a ter uma logística menos complexa. Mas isso não quer dizer que não exige cuidados do empreendedor!

          A logística sempre deve ser um dos focos principais do empreendedor e o motivo é simples: erros podem comprometer a satisfação do cliente. Com isso, há uma maior chance de cancelamento de pedidos e de perda de vendas.

          Logística para e-commerce: como funciona?

          A logística para e-commerce é composta de etapas básicas que formam uma operação. A seguir, você confere quais são essas etapas e entende como cada uma funciona:

          1. Formação e armazenamento de estoque

          Etapa inicial que consiste na formação do estoque e no armazenamento de produtos. O ideal é que adote técnicas de previsão de estoque, para comprar mercadorias na quantidade ideal, evitando desperdícios.

          Para um e-commerce que está no início das operações, indica-se que compre uma pequena quantidade e acompanhe a movimentação, para calcular o giro de estoque e fazer compras mais assertivas.

          Sobre o armazenamento, recomenda-se que seja num espaço adequado para esse fim, em uma área segura e que os produtos sejam organizados da melhor forma para facilitar demais etapas logísticas.

          2. Separação e embalagem de mercadorias

          Etapas que têm início após o recebimento do pedido do cliente final. Esses procedimentos também são chamados de picking e packing, respectivamente.

          Sobre a separação, recomenda-se que seja feita com cuidado no manuseio dos produtos, para evitar danos. Já sobre a embalagem, indica-se que utilize uma quadrada ou retangular para otimizar o espaço.

          Também é importante ter um cuidado especial para evitar danos aos produtos durante o transporte, garantindo que cheguem em perfeito estado ao cliente.

          3. Despacho do pedido

          É nesta etapa que o pedido é despachado para o cliente final, com encaminhamento à transportadora para entrega. A empresa deve escolher uma transportadora confiável, que cumpre prazos e realiza um trabalho de qualidade, minimizando o risco de contratempos.

          4. Rastreamento

          Etapa em que ocorre a disponibilização do código de rastreio do pedido, tanto para o cliente final como para o e-commerce, para facilitar o monitoramento dos produtos.

          5. Pós-venda

          Momento em que o e-commerce comunica a entrega, pedindo para o cliente confirmá-la ou se está satisfeito com o pedido. É um feedback importante que ajuda o e-commerce a aprimorar sua logística e processo de entrega.

          Leia também:

          >>> Diferenças entre fulfillment e dropshipping: entenda os conceitos de logística

          6. Logística reversa

          Trata-se do fluxo contrário do pedido e tem início quando o cliente decide trocar ou devolver um produto que comprou online. Para realizar a logística reversa, é essencial que o e-commerce adote uma política de troca e devolução.

          Por que é importante ter uma logística para e-commerce eficiente?

          Uma logística de entrega para e-commerce eficiente ajuda seu negócio a se destacar entre os concorrentes. Não é para menos, afinal, garante mais agilidade na entrega, proporcionando uma boa experiência ao cliente final.

          Com isso, há uma maior chance de fidelizar esse cliente, de que volte à sua loja online para fazer novas compras e de que indique seu e-commerce para terceiros, conseguindo vender mais.

          Mas não é só isso! Uma logística eficiente tem processos enxutos, sem gastos desnecessários, com menor índice de erros e menos retrabalho. Portanto, é possível economizar tempo e dinheiro, tendo uma maior lucratividade.

          Como ter uma logística para e-commerce eficiente?

          Uma das formas mais eficientes e vantajosas de ter uma logística para e-commerce de qualidade é por meio da terceirização. Para isso, basta contratar o serviço de fulfillment logística!

          O fulfillment é uma solução que cuida de todas as etapas da logística do e-commerce. Ele envolve o armazenamento, separação e embalagem de produtos, bem como o despacho e rastreamento de pedidos.

          Ao terceirizar, o e-commerce delega a responsabilidade por essas etapas a uma empresa especialista. Assim, consegue garantir a qualidade da operação sem precisar fazer grandes investimentos para estruturá-la do zero. A prestadora de serviços fornece tudo o que o e-commerce precisa, além de padronizar rotinas.

          Também é uma alternativa para e-commerces que têm uma operação de alto custo e desejam reduzi-lo, economizando expressivamente sem deixar a eficiência de lado.

          Logística para e-commerce com a Guarde Mais

          Quer garantir uma logística para e-commerce de qualidade ao menor custo possível? Então, aproveite para terceirizar usando os serviços de logística para e-commerce da Guarde Mais!

          A Guarde Mais é uma empresa especializada em self storage e logística para comércio eletrônico, com vasto conhecimento e experiência na área. Conta com soluções como o fulfillment, prestando-o com foco na excelência.

          Aproveite para conhecer e implementar uma operação eficiente, com uma empresa de logística para e-commerce especialista, que ajudará a impulsionar os resultados de seu negócio online! 

          Leia também:

          >>> Logística para e-commerce em self storage: benefícios em destaque

          >>> Qual a função da logística empresarial?

          Deixe seu Comentário
          Deixe seu Comentário

          19 + seis =

          Fale conosco via whatsapp Clique aqui
          Idiomas