Solicite um orçamento, é rápido!

      Solicite um orçamento, é rápido!

          BLOG

          Inteligência Artificial e Self Storage: uma maneira de otimizar a experiência do armazenamento

          A inteligência artificial tem revolucionado diversos setores e segmentos. E com o self storage não seria diferente.

          |

          A Inteligência Artificial (IA) ganha fama e relevância a cada dia que passa. Alguns se chocam com a proporção que a tecnologia tomou, outros desprezam essas plataformas inovadoras, defendendo a tese de que elas surgiram para substituir a mão de obra humana.

          O fato é que, independente do ponto de vista, a inteligência artificial tem modificado o mercado de trabalho. Contudo, se destaca por proporcionar novas possibilidades de criação, oferecer mais praticidade no desempenho de serviços diversos, além de adequar-se como uma nova plataforma de busca.

          O desenvolvimento dos sistemas inteligentes tem revolucionado diversos setores, desde a indústria até a área da saúde, passando pelo comércio e serviços. Um dos segmentos que tem sido impactado por essa tecnologia é o de self storage, um modelo de armazenamento que vem ganhando popularidade em todo o mundo.

          Nada mais é do que um galpão com boxes de armazenamento, onde as pessoas alugam para utilização como guarda móveis, guarda estoque, guarda documentos, guarda volumes, entre outras funções. Geralmente o processo é bastante flexível e o cliente pode guardar, trancar o espaço e levar a chave consigo, para acessar novamente quando desejar.

          Parece curioso né? Afinal, como ferramentas de inteligência artificial podem auxiliar em uma atividade tão prática como a do autoarmazenamento?

          No entanto, com o aumento da demanda, as empresas de self storage estão investindo em tecnologias para tornar o processo mais eficiente e seguro. A inteligência artificial tem se mostrado uma forte aliada nesse sentido e você pode conferir como nas próximas linhas.

          O que é Inteligência Artificial?

          Há quem descreva a inteligência artificial como ações humanas desempenhadas por máquinas. Errado não está, mas podemos detalhá-la como um ramo da ciência da computação que se empenha para criar máquinas capazes de aprender, raciocinar e tomar decisões com base em dados digitais.

          A IA pode ser dividida em duas categorias: a IA fraca e a IA forte. A IA fraca, também conhecida como IA aplicada, é projetada para executar tarefas específicas, como reconhecimento de voz, processamento de linguagem natural ou detecção de objetos em imagens. Já a IA forte, é uma forma de IA que busca replicar a inteligência humana em sua totalidade, incluindo habilidades como consciência e autoconsciência.

          Uma pesquisa de 2022, encomendada pela International Business Machines Corporation (IBM) apontou que 41% das empresas brasileiras já implantaram ativamente a tecnologia de sistemas inteligentes em suas operações. Ao que tudo indica, o aumento do uso da IA será constante à medida que a amadurecer.

          A inteligência artificial já é realidade em muitos lugares, desde o celular que fica na palma da sua mão, até na agricultura e atendimento em hospitais. É utilizada em muitas áreas, como medicina, finanças, transporte, educação e entretenimento, e está se tornando cada vez mais presente no cotidiano da sociedade.

          O desenvolvimento da IA tem o potencial de transformar radicalmente a maneira como trabalhamos, vivemos e nos relacionamos com o mundo ao nosso redor. Apesar de tudo, não é necessário ter medo dessa tecnologia quando você descobre que ela é capaz de te ajudar a extrair o melhor de si no seu trabalho e dia a dia.

          inteligência artificial sendo usado no self storage

          Como funciona a Inteligência Artificial?

          A inteligência artificial funciona por meio de algoritmos e modelos matemáticos que permitem que as máquinas aprendam com exemplos e experiências passadas e tomem decisões ou executem tarefas específicas com base nos conhecimentos adquiridos.

          Existem várias técnicas e abordagens para criar sistemas de inteligência artificial, mas o aprendizado de máquina (machine learning) é uma das mais populares.

          É um processo em que a máquina é treinada para reconhecer padrões em dados usando algoritmos de aprendizado automático. Esses algoritmos analisam grandes quantidades de dados para identificar padrões e relações, e usam esses padrões para fazer previsões ou tomar decisões.

          A utilização das redes neurais artificiais também podem ser uma opção. São algoritmos de aprendizado de máquina que imitam a maneira como o cérebro humano funciona. As redes neurais são compostas por camadas de neurônios artificiais que processam informações e tomam decisões com base nos dados de entrada.

          Além dessas, outras técnicas de IA incluem processamento de linguagem natural (PLN), visão computacional e lógica fuzzy.

          O PLN permite que as máquinas entendam e processem a linguagem humana, enquanto a visão computacional permite que as máquinas interpretem imagens e reconheçam objetos. A lógica fuzzy é usada para lidar com situações em que os dados são incertos ou imprecisos, o que é comum em muitos problemas do mundo real.

          Conexão entre IA e Self Storage

          E não é que a inteligência artificial já colocou o pé dentro do self storage? Ao que se sabe, os sistemas inteligentes podem ser influentes na segurança, gestão de estoque e atendimento nesse modelo de armazenamento. A Guarde Mais detalhou tudo para você, confira!

          Inteligência Artificial para segurança no Self Storage

          A segurança no setor de self storage é primordial, afinal, é ali que muitas pessoas guardam seus pertences e até mesmo objetos muito valiosos. Apesar de já ser um ponto forte no segmento, isto é, grande parte dessas empresas contam com monitoramento e demais recursos, não existe nada bom o suficiente que não possa melhorar.

          Uma das principais vantagens da inteligência artificial é a capacidade de monitorar e analisar dados em tempo real. No caso do self storage, isso significa que a tecnologia pode ser utilizada para monitorar as áreas de acesso aos espaços de armazenamento, detectando movimentos suspeitos e acionando alarmes caso necessário.

          Tal medida aumenta a segurança e credibilidade da empresa, que agora é capaz de oferecer uma proteção maior que antes. Os clientes também são favorecidos com o diferencial, que permite com que guardem seus pertences sem preocupação.

          Inteligência Artificial para otimização de gestão de estoque

          Outra forma de usar a inteligência artificial no self storage é na gestão de estoque. Com essa tecnologia, é possível categorizar e organizar os itens armazenados, facilitando a busca e identificação dos pertences pelos clientes.

          Com essa colocação, pode-se destacar também o e-commerce, que acaba sendo muito atingido pela onda da IA. Os empreendimentos virtuais que possuem estoques guardados nos boxes de self storage podem ser beneficiados com essa tecnologia e otimizar a experiência de armazenamento e venda de seus produtos.

          Além disso, a inteligência artificial pode ser usada para prever a demanda por espaços de armazenamento, a partir da análise de dados históricos e tendências de mercado. Dessa forma, a empresa pode se antecipar às necessidades dos clientes e ajustar sua oferta de forma mais eficiente.

          Inteligência Artificial para o atendimento em Self Storage

          A inteligência artificial pode ser utilizada para aprimorar a experiência do cliente, oferecendo um atendimento mais personalizado e eficiente. Por exemplo, um chatbot com inteligência artificial pode ser usado para responder perguntas dos clientes, agendar visitas aos espaços de armazenamento e até mesmo para efetuar reservas de forma automática.

          Existem diversas plataformas que auxiliam na criação de mensagens personalizadas e ideais para diferentes situações, com base nos comandos que recebe do usuário. A IA utilizada nos atendimentos é promissora e até mesmo já utilizada em algumas empresas do ramo.

          Leia Também:

          >>>Como utilizar um self storage para armazenamento de estoques?

          Exemplos de sistemas inteligentes

          Quando se fala em inteligência artificial, logo vem à mente o famoso ChatGPT, ferramenta usada para gerar texto em resposta a uma variedade de entradas de linguagem natural, como perguntas, comandos ou conversas. É capaz de produzir respostas humanas semelhantes em muitas situações e é frequentemente usado em aplicativos de bate-papo ou assistentes virtuais.

          Logo que essa plataforma se tornou conhecida, causou um rebuliço na internet. Só se falava de OpenAI e ChatGPT. Isso gerou interesse em diversas pessoas e empresas, que logo passaram a pesquisar, utilizar e se aprofundar nas inteligências artificiais.

          Mesmo que seja muito interessante, o ChatGPT é apenas o pontapé de uma malha de diversos sistemas inteligentes que têm contribuído com o trabalho de muitos trabalhadores de diversas áreas.

          No segmento de self storage e gestão de estoque, que são os assuntos de enfoque nesse texto, é possível destacar alguns modelos de inteligências artificiais que são de grande contribuição:

          Previsão de demanda

          Sistemas de previsão de demanda usam algoritmos de machine learning para analisar dados históricos de vendas e prever a demanda futura por um determinado produto. Essas previsões podem ser usadas para otimizar os níveis de estoque, garantindo que haja sempre produtos suficientes disponíveis para atender à demanda dos clientes.

          Controle de inventário

          Sistemas de controle de inventário usam sensores e tecnologia de IoT (Internet das Coisas) para monitorar em tempo real os níveis de estoque em um armazém ou loja. Esses sistemas podem ser integrados com algoritmos de IA para ajustar automaticamente os níveis de estoque com base nas previsões de demanda e em outras informações relevantes, como o tempo de entrega do fornecedor.

          Otimização de roteamento 

          Soluções de roteamento de estoque usam algoritmos de IA para otimizar a rota de entrega dos produtos, garantindo que os pedidos sejam entregues o mais rápido possível e com o menor custo. Esses sistemas podem considerar fatores como a distância entre os pontos de entrega, o tempo de entrega e a capacidade de carga do veículo.

          Análise de dados de vendas

          Soluções de análise de dados de vendas usam técnicas de processamento de linguagem natural e machine learning para analisar as informações de vendas e estoque, identificar tendências e padrões e sugerir ajustes nos níveis de estoque para garantir que os produtos mais vendidos estejam sempre disponíveis.

          inteligencia artificial self storage

          Guarde Mais na busca pelo autoarmazenamento inteligente

          A Guarde Mais Self Storage é referência no segmento de autoarmazenamento no país, e se empenha constantemente na aplicação de novas tecnologias que tornem suas operações mais eficientes. 

          A inteligência artificial tem muito a agregar nos serviços logísticos de last mile e fulfillment, bastante desempenhados pela empresa, nos quais a gestão de estoque é de suma importância.

          Quer conhecer mais sobre a Guarde Mais e nossos serviços? Você pode entrar em contato conosco e sanar suas dúvidas agora mesmo!

          Leia Também:

          >>>Planejamento logístico para e-commerce: tudo o que você precisa saber

          >>>Micro-fulfillment: um modelo promissor de logística

          Deixe seu Comentário
          Deixe seu Comentário

          seis + 16 =

          Fale conosco via whatsapp Clique aqui
          Idiomas