Solicite um orçamento, é rápido!
Solicite um orçamento, é rápido!
BLOG

Controle de estoque e demanda independente

|

Todo empresário sabe que o controle de estoque é, ao mesmo tempo, essencial e muito complexo: há diversos fatores que influenciam nos níveis de estoque e mercadoria parada significa prejuízo. Isto se agrava naqueles negócios que oferecem produtos com demanda independente.

Imagem de estoque com varias caixas

No caso de produtos com demanda independente, o self storage facilita o controle de estoque.

Por isso, é importante manter um sistema de controle de estoque bem-organizado com todas as entradas e saídas de produtos. Para entender melhor como fazer isso, vamos falar aqui sobre os tipos de demandas e como fazer o controle de estoque da melhor forma possível com a ajuda de um self storage!

 

Quais os tipos de demanda?

O estudo da demanda é um dos pilares estratégicos de qualquer empresa.  Há dois tipos que se opõem e acarretam diferentes formas de fazer a gestão de estoque: a demanda dependente e a demanda independente, também conhecida como dinâmica.

Para entender uma, é preciso conhecer a outra.

 

  1. O que é demanda dependente?

Toda demanda dependente é aquela em que há dependência de outros serviços ou produtos. Ou seja, está sujeita à programação da produção desses outros serviços/produtos.

A demanda dependente é relativamente previsível, pois necessita que certos fatores aconteçam para a sua realização. Um produto de característica dependente assim é considerado se o uso ou consumo puder ser programado de forma interna, uma vez que são usados para a produção interna de outros itens (que podem ser da demanda independente).

A programação de consumo destes itens é feita por meio da expectativa da empresa em relação ao comportamento do mercado. A partir de uma previsão de demanda da demanda independente, a produção de itens de demanda dependente é iniciada.

Por fim, os itens da demanda dependente estão sujeitos, exclusivamente, à previsão de consumo dos itens da demanda independente, já que servem como matérias-primas, componentes e peças de montagens para estes.

 

  1. O que é demanda independente?

Uma demanda independente é toda aquela que depende das condições de mercado e, sendo assim, está fora do controle imediato da empresa. Mesmo que essa tenha poder de interferência ou o de estimular a demanda, a quantidade final desta dependerá exclusivamente do mercado.

Portanto, a empresa terá de cumprir a demanda dos consumidores sem ter uma visibilidade concreta e antecipada dos pedidos feitos. Não há um medidor concreto para calcular a procura pelo produto.

Por exemplo: uma loja não tem como prever com exatidão quantos aparelhos de televisão serão vendidos em um semestre específico. Trata-se de um caso de demanda independente. Porém, o fabricante da televisão produzirá os itens de acordo com os níveis de venda no varejo. É um exemplo de demanda dependente.

Diferente da demanda dependente, que costuma ser os itens utilizados na fabricação de outros, os produtos da demanda independente são aqueles finalizados, prontos para a venda (que, consequentemente, também podem ser peças e artigos de reposição).

Empresas que façam a venda de produtos, terão em seus estoques apenas itens de demanda independente e, embora o consumo destes itens possa ter origem de uma previsão da demanda, ainda assim está sujeita a precipitações e incertezas.

 

Leia também:
>>> Qual tipo de estoque pode ser armazenado em um self storage?

 

Como fazer o controle de estoque em caso de demanda dinâmica

Como não é possível fazer previsões dos pedidos de produtos da demanda dinâmica, o controle de estoque fica mais difícil. Por esta razão, o gestor precisa levar uma série de fatores em consideração ao fazer projeções, como o surgimento de novos produtos e concorrentes, campanhas e mudanças na legislação. A maioria deles foge ao controle da empresa.

Saiba qual a diferença entre estoque e armazenagem, clique aqui.

Neste caso, o estoque elevado pode ser bom ou ruim: por um lado, possibilita o atendimento imediato das demandas do mercado. Por outro, significa capital estagnado e pode acarretar custos de armazenamento extras para manter o estoque organizado.

Manter um produto parado em estoque por muito tempo é um mal sinal: a demanda está menor que a oferta e o seu valor no mercado está baixo. Ademais, o estoque gera custo de espaço e administração, o que leva muitas empresas a realizarem feirões e queima de estoque para liberar espaço e facilitar a chegada de novos produtos.

 

Planilha de controle de estoque

Fazer o controle de estoque é extremamente necessário e ajuda na eficiência do seu trabalho. Por isso o uso de uma planilha de controle de estoque é uma ótima pedida para a organização dar certo. Nela não pode faltar:

  • Coluna de entrada;
  • Coluna de saída;
  • Descrição;
  • Código dos produtos;
  • Unidade de medida;
  • Data (dia, mês, ano);
  • Custo de cada unidade;
  • Nome e contato do fornecedor;
  • Quantidade e valor (tanto na entrada quanto na saída).

É importante ressaltar que as saídas de estoque não se restringem somente a venda, como também podem ser por causa de possíveis perdas, danos, produtos vencidos e até furtos. Portanto, ao criar uma planilha de controle de estoque é interessante levar a praticidade do dia a dia em consideração, uma vez que ela deverá ser atualizada constantemente.

 

Por que fazer o controle de estoque?

imagem de duas pessoas no almoxarifado, um homem segurando uma caixa e uma mulher com um tablet na mão.

Mais do que apenas um espaço organizado, ter uma ficha de controle de estoque auxilia na otimização de tarefas e a estruturar melhor a própria empresa. Realizar o controle do acervo significa fazer a gestão de um componente importante dos seus ativos.

Por mais complexo que possa parecer, ter um programa de controle de estoque evitará que erros gerem grandes custos e, assim, tragam benefícios e vantagens à empresa. Por exemplo, com a gestão correta da sua demanda independente, você terá:

  • Economia em gastos desnecessários;
  • Vendas melhores;
  • Menos perda de oportunidades de negócios;
  • Melhor investimento em outros recursos da empresa.

Com todos esses benefícios, é possível trazer melhoria ao cotidiano empresarial e até intensificar suas vendas. Mas, no caso de empresas pequenas ou que faltam espaço, como realizar a melhor organização do estoque?

 

Como manter o estoque organizado em caso de demanda dinâmica

Caso a carteira de produtos do seu negócio contenha itens de demanda independente, seu controle de estoque só tem a ganhar com o investimento em uma empresa de guarda-volumes com guarda estoque.

 

>>> Leia mais sobre gestão de estoque.

 

Contratando uma empresa de self storage, você terá sempre um espaço à disposição. Assim, caso seu estoque suba, você não terá preocupações caso não haja espaço para ele em sua empresa: seu local de armazenamento estará garantido.

Desta forma, você evita custos inesperados e indesejados, pois o investimento no self storage já estará incluído em seu orçamento. Aposte nesta solução para manter seu estoque organizado!

Aqui na Guarde Mais temos as mais diversas soluções, dos mais diversos tamanhos, desde armazenagem para pessoa física até pessoa jurídica. Espalhados de Norte a Sul do Brasil, nós da Guarde Mais acreditamos que a confiança deve ser a base de todos os nossos relacionamentos, por isso seguimos uma série de princípios e valores que garantem um padrão ético, justo e responsável.

Confira mais sobre nossa disponibilidade! Entre em contato com a Guarde Mais.

Já conhece o modelo Self Storage? Clique aqui para saber como ele pode lhe ajudar.

 

Leia também:
>>> Posso montar um estoque no self storage?

>>> Organização de Estoque: 8 dicas infalíveis de como fazer

 

Deixe seu Comentário
Deixe seu Comentário

Idiomas