Solicite um orçamento, é rápido!

      Solicite um orçamento, é rápido!

          BLOG

          Como funciona o sistema de franchising e como abrir a sua franquia?

          |

          Está pensando em empreender e se deparou com a opção de franchising? Esta é uma boa alternativa para empreendedores de diferentes perfis, principalmente para aqueles que pretendem abrir sua primeira empresa.

          Mas, o que é franchising e como funciona esse sistema? Aqui, você confere essas informações, além de descobrir quais são as vantagens do franchising. Acompanhe!

          A imagem mostra de forma simplificada como funciona franchising.

          Franchising: o que é e como funciona esse sistema?

          Franchising nada mais é que o sistema de franquias. Ele é operado por um franqueador (dono da franquia) que cede para o franqueado (pessoa que quer abrir a franquia) o direito de uso de uma marca ou patente.

          Ao mesmo tempo, concede para o franqueado o direito de distribuir produtos e serviços da marca. Portanto, esse tipo de sistema implica em uma relação de interdependência entre marca e investidor.

          A unidade é gerenciada pelo franqueado, que é a pessoa que faz o investimento na loja. A franqueadora é responsável por fornecedor suporte ao empreendedor, auxiliando em todos os processos, desde a estruturação da unidade até a gestão do negócio.

          Trata-se de uma alternativa de investimento interessante porque a franqueadora possui um modelo de negócio de sucesso, que já foi testado e aprimorado e realmente traz resultados. Além disso, permite o uso de uma marca já consolidada no mercado, o que reduz riscos.

           

          Quais são as vantagens do franchising?

          O sistema de franchising oferece vantagens especiais para o empreendedor, seja em curto ou longo prazo. A seguir, listamos quais são as principais:

           

          1. Possibilidade de trabalhar com marca já conhecida e estabelecida

          Uma das principais vantagens de abrir uma franquia é a possibilidade de trabalhar com uma marca que já é conhecida e estabelecida no mercado.

          Pode parecer um detalhe simples, mas faz toda a diferença, pois o franqueado consegue ter mais competitividade e atrair mais clientes de maneira natural.

          Com isso, pode começar o negócio tendo um bom faturamento, com maior chance de ter um retorno do investimento no prazo estipulado pela franqueadora ou antes disso.

           

          2. Suporte do franqueador

          O empreendedor que investe em uma franquia conta com o diferencial de ter suporte do franqueador em todas as etapas do negócio, desde a estruturação física até a administração da unidade.

          A franqueadora dá apoio na escolha do ponto comercial, bem como na estruturação física da unidade, conectando franqueado a fornecedores homologados que disponibilizam produtos de excelente qualidade.

          Outro ponto que faz toda a diferença é que a franqueadora dá suporte no processo de gestão da unidade, disponibilizando material para que o empreendedor adquira conhecimento para realizar as atividades.

          Por isso, é possível ter informação relevante para lidar com problemas da melhor forma, reduzindo o risco de comprometer o andamento das atividades /operações.

           

          3. Trabalho com um plano de negócio de sucesso

          Quem investe em uma franquia passa a trabalhar com um plano de negócio de sucesso, basta segui-lo para aumentar suas chances de atingir bons resultados.

          Quando abre uma empresa do zero, trabalhando com uma marca nova, o plano / modelo de negócio precisa ser elaborado e aprimorado com o passar do tempo e há uma maior possibilidade de erro ou prejuízo. Com a franquia é possível evitar esses riscos.

           

          – Leia também:
          >>> 6 dicas importantes sobre franquias

           

          4. Garantia de mercado

          A abertura de uma franquia faz com que o empreendedor consiga aproveitar a vantagem competitiva da marca, que já testou seus produtos e trabalha somente com o que funciona e tem garantia de mercado.

          Além disso, a franqueadora tem conhecimento mais apurado sobre o perfil de clientes, processo de venda e estratégias de divulgação, dados que são compartilhados com os franqueados para aumentar a possibilidade de sucesso da unidade.

           

          5. Economia

          O empreendedor consegue economizar em pontos específicos ao investir em uma franquia. Um deles é nos custos de instalação, uma vez que a franqueadora conta com parceria com fornecedores e o empreendedor consegue ter uma maior previsibilidade de custos com a instalação do negócio.

          Outro é com a propaganda e divulgação da unidade e serviços. Normalmente, os custos são rateados entre os franqueados da rede, o que ajuda a reduzir os investimentos em publicidade, sem perda da qualidade.

           

          Desvantagens do sistema de franchising

          Ainda que poucas, o sistema de franchising possui algumas desvantagens que devem ser levadas em consideração pelo empreendedor. Assim, conseguirá identificar se esse modelo realmente é adequado ao seu perfil. Confira quais são:

           

          1. Pouca flexibilidade

          O modelo de negócio da empresa já é formatado e padronizado, sem permitir alterações. Além disso, a franqueadora faz controles de operações constantemente, para garantir que esse modelo de negócio é cumprido. Portanto, se quiser ter total autonomia na gestão do negócio, talvez não se adapte ao sistema de franquia.

           

          2. Localização predeterminada

          O franqueado pode sugerir locais de abertura da unidade, mas o franqueador é quem dá a resposta final sobre a localização do empreendimento. Logo, pode ser que não seja no seu local preferido. Para estabelecer a localização, a franqueadora faz estudos para identificar se o mercado é o ideal.

           

          Como abrir uma franquia?

          Quer abrir uma franquia, mas não sabe por onde começar? Então, confira estas dicas que separamos para lhe auxiliar nessa tarefa:

          • Pesquise franquias! O ideal é focar em segmentos que você tem maior afinidade, porque terá maior prazer em se dedicar ao negócio;
          • Procure saber como é a relação franqueador / franqueado, para identificar se a empresa oferece o suporte necessário;
          • Saiba como é a operação na prática, para identificar se é realmente o tipo de negócio que você busca;
          • Confira se a franquia tem selo ABF franchising, que ajuda o empreendedor a identificar marcas comprometidas com o franqueado, oferecendo-lhe um apoio adequado.

          A imagem mostra um local onde é uma franquia de Self Storage.

          Franquia de self storage com a Guarde Mais

          Decidiu abrir uma franquia, mas não sabe em qual segmento atuar? O de self storage é uma excelente alternativa! Trata-se de uma área promissora no Brasil, com boa possibilidade de crescimento e ótima procura no mercado.

          A Guarde Mais é referência em self storage, tem um modelo de negócios de sucesso e trabalha com o sistema de franchising! Aproveite para entrar em contato e saiba mais sobre como abrir franquia de self storage.

           

          – Leia também:
          >>> O que levar em conta no momento de escolher empreender em uma franquia?

          >>> Vale a pena investir em uma franquia de self storage?

          Deixe seu Comentário
          Deixe seu Comentário

          Idiomas